Ah, a viagem temporal. Discutida entre nerds, geeks, otakus e ex-BBBs. Assunto de doutorado e de buteco. Todos querem opinar, ninguém fica indiferente. A ficção já bateu nessa tecla incontáveis vezes e de vários modos diferentes. Tantos, que já dá para fazer uma seleção dos jeitos mais legais de viajar pelo espaço-tempo. O Negão Internauta, ou melhor, eu fiz minha listinha. Acompanhe.

A Bordo de um DeLorean

Não basta viajar no tempo, tem que viajar no tempo mantendo o estilo. E para quê um carro mais estiloso do que um DeLorean DMC-12 equipado com um capacitor de fluxos? É um carro elegante que não chama a atenção dos tiras, que nem repararão nas modificações feitas. E se repararem, é só programar para uma data mais adequada, acelerar e partir para mudar o passado ou ver o futuro.
O interessante é que não existem universos paralelos quando se viaja no tempo a bordo de um De Lorean. Ou seja, se você fizer merda na viagem, essa merda irá mudar a realidade do seu tempo, e não criar uma realidade alternativa.

Se perdendo no espaço

 Basta usar qualquer tipo de veículo espacial, identificado ou não, dar umas voltas sem GPS e pimba, você se perde no espaço e pode acabar pegando uma supervia ou um buraco de verme, quem sabe um buraco negro ou mesmo uma anomalia espacial. Tudo isso (que geralmente descrevem o mesmo fenomeno, mas na ficção são coisas completamente distintas) te fará viajar através da malha do tempo-espaço, te levando para universos paralelos no futuro ou no passado.
20140218-planetadosmacacos_11.jpg

 

Se for no futuro, pode ser arriscado. Você pode ser feito de escravo de uma civilização dominada por símios e chorar ao ver o Cristo Redentor todo fodido, enterrado em Copacabana (diaxo, como ele foi parar lá?). Se for para o passado, poderá vingar a destruição de sua civilização pela incompetência de um ser que nunca falha. Maldito novo Spock, que tem sentimentos e falha.

Em uma máquina do tempo retrô

The Big Ban Theory e a Máquina do Tempo

A idéia é super antigo, talvez por isso a maquina tenha tantas válvulas a vapor. Mas a maquina do tempo do livro e filmes A Maquina do Tempo é uma máquina do tempo eficiente (rá). Ela avança, retrocede e pausa. Avance mais de 800 mil anos com essa belezinha e comtemple que merda fizemos com a terra (como se o planeta fosse durar mais 800 mil anos, pufff). Ah, e cuidado com os Morlocks!

Sheldon e os Morlocks

Em uma Cabine telefônica

cabines maquina do futuro

Nem precisa ser telefonica, pode ser policial também, seja você uma futura lenda do rock de uma sociedade avançada que utiliza a boa música como filosofia ou apenas um cientista genial que gosta de passear pelo tempo e espaço. Dá até para aproveitar o passeio e ligar para sua namorada/amante/pscicologa ou chamar a polícia. Se estiver machucado, chame a Amber Lamps, ela vai te ajudar.

Lendo seu diário

Esse é o jeito mais gay de viajar no tempo. Sabe aqueles momentos do passado onde você perdeu a noção de seus atos e quando viu a merda já estava feita? Então, chega de se torturar por ter sido um imbecil, chegou a hora de você dizer a si mesmo a coisa certa a ser feita. Mande apenas sua consciência de volta no tempo e deixe seu eu jovem a par das situações mais importantes. Mas cuidado, lembre-se que grandes poderes trazem grandes responsabilidades.
Ashton, Aplusk do twitter

Aparecendo pelado em algum canto do planeta e roubando a roupa de um gay

Se você é tipo o Dourado, que não é homofóbico e até sente pena dos gays por suas escolhas miseráveis, e de quebra é um exebicionista e gosta de mostrar esse detalhe que a natureza lhe proviu, o melhor jeito de viajar é ao estilo Governator. Esse método é muito eficiente e, como prova disso, podemos ver que o próprio Arnold viajou no tempo.

 

Só uma viagem temporal pode explicar como um fisioculturista Austriaco se transforma em um político influente, governador do estado mais importante da nação mais potente (olha o Viagra aí, gente) do mundo. E as roupas que ele usa, ah, essas com certeza foram roupabas de um viado.

Arnold Shwarzenegger
Por falar em tempo, não perco tempo! Assine no RSS, siga-nos no Twitter
Anúncios