Para recordar: aqueles termos malucos que você só viu nas aulas de história

Se você já saiu da escola (pela porta da frente e com o certificado de conclusão do ensino médio, não pulando o muro pra comprar “doce” com o “doceiro”) nunca mais deve ter escutado aqueles termos peculiares que só apareciam nas aulas de história e por lá ficaram (a menos que você tenha feito algum curso superior da área de humanas). Separei alguns desses termos para matarmos juntinhos essa saudade.

Tordesilhas

o-que-foi-o-tratado-de-tordesilhas

Por onde andará Tordesilhas? Ninguém sabe do seu paradeiro, ninguém sabe para onde ele foi, pra onde ele vai. Aparentemente os últimos a visitarem esse local foram os reis da Espanha e Portugal, porque na minha agência de turismo (vamos fingir que sou cliente de uma) não tem pacote turístico pra lá.

Curiosidade: Tordesilhas sempre me lembrou bolacha recheada (tapa na cara de quem diz biscoito).

Jesuítas

Jesuítas catequizando índios

Lembro claramente do meu professor proferindo esta frase: “os jesuítas tiveram papel muito importante na história do Brasil”. E que papel foi esse? Ninguém sabe. Só sei que eles foram os que evitaram que os índios fossem escravizados ou algo assim, dizendo que eles tinham alma e tal. Indiretamente, os sacanas disseram que negros não eram gente. Ai ai..

E se a função destes senhores era catequizar os indígenas, falharam totalmente, pois nunca vi índio algum fazendo sinal da cruz (padre índio, existe?).

 

Caravelas

caravelas

Caravelas era os barcos que os navegadores usavam para passear por aí. Saber disso até que é relevante, já que algum desavisado pode pensar que eles descobriram a América de avião. O problema é que alguns professores tinham uma estranha tara em fazer os alunos decorarem os NOMES DAS CARAVELAS.

Qual é a utilidade disso, participar do SHOW DO MILHÃO?

 

Especiarias

especiarias-3

Quando falavam que os portugueses queriam dar a volta ao mundo para chegar na Índia, você se perguntava que tipo de coisa tinha por lá de tão valioso assim. Eram as especiarias. Aí você imagina que especiarias são metais preciosos, tecnologias revolucionárias ou ferramentas especiais, mas não, especiarias são temperos fortes. Noz-moscada, cravo, canela… esse tipo de coisa.

Vê-se que não é de hoje que as coisas valem mais do que realmente valem (você entendeu).

Anúncios