Seguindo a mesma lógica da incrível seleção dos melhores filmes de 2015, essa lista é pessoal e vale como sugestão para você que ainda não teve contato com os itens indicados. Caso queira avaliações de jogos lançados especificamente esse ano, procure no Critical Hits, ou ouça o episódio especial do 99vidas.

6 – Rocket League

rocket-league.jpg

Já que FIFA e PES nunca inovam, resta aos amantes do futebol buscar qualquer outra alternativa de inovação que lembre a diversão proporcionada por esse esporte. Nesse sentido Rocket League se superou e criou um novo esporte completamente diferente e muito superior a qualquer game de futebol.

5 – FEZ

fez.png

Recentemente uma menina de 8 anos veio à minha casa e jogou videogame pela primeira vez. Coloquei-a para jogar FEZ. Os primeiros minutos de jogo dela foram basicamente iguais aos meus. Inclusive as reações.

Um jogo que consegue surpreender jogadores de todas as idade com níveis de experiencia tão diferentes com certeza é um bom jogo.

4 – Super Meat Boy

SuperMeatBoy-Fetus.jpg

Um jogo simples de dificuldade insana, SMB é uma bela homenagem à tudo que vivemos nos anos 90. É um jogo completamente dedicado aos adultos gamers saudosistas, ou seja, todos os adultos.

3 – Hotline Miami

Hotline Miami.jpg

Um jogo imersivo, com roteiro incrível, extremamente violento e trilha sonora marcante. É tudo que eu sempre quis ver em jogos de 8-Bits, mas a tecnologia não permitia.

Recomendo que você assista Drive (filme que indiquei no post anterior) antes de jogar Hotline Miami. A inspiração que o jogo teve nesse filme é clara.

2 – Braid

Braid.jpg

Braid pode ser facilmente definido como um Super Mario de adulto. É um jogo graficamente simples, com uma trilha sonora emocionante e metáforas para todo lado. Inegavelmente uma obra de arte.

Vale destacar que FEZ, Super Meat Boy e Braid são os temas do documentário Indie Game, que aborda as dificuldades em se produzir esses jogos independentes. O filme está disponível na Netflix e também pode ser adquirido na Steam num pacote que já vem com os jogos.

1 – Portal 2

portal.jpg

Já que estamos falando sobre obras de arte, Portal 2 é uma das maiores e melhores que já tive o prazer de ter contato. Já ouvi músicas boas, já assisti a filmes bons, já li histórias boas, mas só Portal 2 reúne tudo isso perfeitamente.

 

Vamos combinar uma coisa: jogue esses jogos e prometo que farei um review de cada um em 2016. Aliás, vou ali jogar todos de novo. Abraço.

Anúncios

3 comentários sobre “6 melhores jogos que joguei em 2015

Os comentários estão desativados.