As 10 formações de nuvens mais maneiras que existem

Eu (como a maioria das pessoas) achava as nuvens desinteressantes, à menos quando lembravam remotamente cachorros. Mas isso mudou quando passei com um teco-teco por uma nuvem de chuva gigantesca. O avião quase caiu, mas valeu totalmente a pena. Nuvens são extremamente interessantes e vou mostrar alguns exemplos de formações que vão te deixar animado com os algodões-doces voadores.

10) Nuvem-Onda de Kelvin-HelmholtzThe-Kelvin-Helmholtz-nuve-onda

“Como uma onda do mar”, diria Lulu Santos. Aliás, aqui no Brasil a nuvem-onda de Kevin-Helmholtz deveria ser batizada de nuvem-onda Lulu Santos. Ela acontece quando duas correntes de ar estão se movimentando em diferentes velocidades, sendo a de cima mais rápida que a de baixo.

9) Cirrus RadiatusCirrus-Radiatus

Essa você já deve ter visto, pelo menos aqui no sul é muito comum. A Cirrus se forma na camada mais alta e mais gelada da toposfera e tem essa aparência meio desfalecente, desmanchada.

8) Nuvem prateleira

Nuvem-prateleira

Essa é daquelas que você espera duas coisas: uma tempestade ou uma invasão alienígena estilo Independence Day. Mas essa nuvem é parente da nuvem de tempestade, já que ambas se formam por efeito da frente de rajada.

Eu você tem medo da nuvem-prateleira talvez prefira a prateleira-nuvem, que é bem mais bonitinha.

estante-nuvem1

7) Mammatus

Nuvens Mammatus

Se você acha que o nome mammatus tem à ver com mamas, está corretíssimo. Os povos antigos costumavam dizer que o aparecimento de nuvens mammatus era sinal de boa sorte, afinal só boa ser coisa boa quando aparecem seios no céu. Ok, isso é mentira, mas é não dá para descartar esse raciocínio.

6) Nuvens Manhã de Gloria

nuvens-gloria-da-manha-5

“So many times, it happens too fast / You change your passion for glory”. Essas nuvens se formam à frente de tempestades, quando camadas de nuvem  ficam presas em diferentes correntes de ar. É muito comum na Austrália.

Tem mais informações e fotos incríveis de nuvens desse tipo aqui.

5) Nuvens Lenticulareslenticulares2

Como o nome já diz, essas nuvens se apresentam sob formate de lentes. Porém o formato também se assemelha à discos, levando muitos à confundirem essas nuvens com OVNIs. O fenômeno que leva à formação dessas nuvens está ligado à ondas estacionárias em montanhas e cadeias de montanhas e o padrão repetitivo de nuvens pode se estender por milhares de quilômetros.

“slideshow” de exemplos de nuvens lenticulares

4) Nuvem Bigorna

bigorna1

Também conhecido como cumulonimbus, essa nuvem é interessante pela extensão. A base se forma entre 300 e 1500 metros de altitude e o topo pode ir até 23 km.

3) Nuvens noctilucentes

noctilucentes nuvens

Mais comuns nos polos, estas nuvens tem sido observadas também em alguns países da Europa. São nuvens que, durante a noite, iluminam o céu. Ainda há muitas perguntas sobre esse fenômeno, tornando essa formação uma das mais interessantes para os cientistas.

2) Nuvens de Jacques CousteauOLYMPUS DIGITAL CAMERA

As nuvens asperatus receberam esse apelido de nuvens de Jacques Cousteau por se apresentarem como um mar agitado visto de baixo. Ninguém é mais famoso por “ver mares agitados por baixo” do que o mergulhador e ecologista francês.

1) Nuvens Estratosféricas Polares

Nuvem estratosféricas polares

Como o nome já diz, essas nuvens se formam nas zonas polares, durante o inverno, na estratosfera, entre 15 e 25 km de altitude. Essas nuvens estão diretamente relacionadas com a destruição da nossa camada de ozônio.

 

Se você se interessou por essas nuvens e deseja ver mais fotos, confira mais imagens aqui.

Fontes:

Lista – TopTenz

Informações – Wikipédia, Tempo na Paraíba

[bônus]

NUVEM VOADORA

goku e sua nuvem voadora

A nuvem voadora foi um presente de Mestre Kame à Goku. Apenas pessoas puras de coração podem subir nela, por isso Buma, que é bem safada, como todos nós sabemos, não conseguiu. Se tornou meio inútil depois que Goku aprendeu à voar. Segue o sucesso de @Joycelular para celebrar essa simpática nuvem.

Recent Posts

Arquivos

Categorias