Os sites fakes reais de How I Met Your Mother

É ótimo quando séries e filmes conseguem criar uma conexão com o mundo real e a internet pode ajudar muito nisso. Lembro que a cena em que mais ri em Superhero (que é um filme bem meia boca) foi a do vídeo do Tom Cruise comentando sobre o Libélula. Assim que vi, fui procurar no Youtube e o vídeo realmente existia, estendido e tudo!

Mas poucas séries se esforçaram mais nesse sentido do que How I Met Your Mother, o melhor plágio de Friends já feito. Em diversos episódios eles citam sites que, adivinhem, realmente são criados pela produção. Esses são os que eu consegui encontrar

Ted Mosby é um babaca (http://tedmosbyisajerk.com/)

Ted Mosby (Josh Radnor) é o mocinho da história, o cara que um dia conhecerá a mãe. Barney Stinson (Neil Patrick Harris) é o lendário pegador que sempre utiliza estratagemas para conseguir parceiras para apenas uma noite. Uma dessas estratagemas foi se passar por Ted e dormir com uma garota. No fim, Barney vai embora enquanto ela toma banho, mas antes deixa sua carta padrão para dispensar garotas. A moça fica injuriada e cria o site. Detalhe interessante do site é que ele traz as capas dos filmes pornôs do pornstar Ted Mosby, um ex-colega de Ted que decidiu homenagea-lo usando seu nome como nome artístico. A música do blog tem +20 minutos e sincroniza perfeitamente com o episódio 14 da 3ª temporada. True Story.

Blog do Barney (blog)

Citado diversas vezes por Barney, o blog existe mesmo e traz explicações como “porque mulher devem usar jeans em um stip club”, “como sair incrível em todas as fotos” e ainda a coletânea de livros do Barney lançados no mundo real, incluindo um que eu já li, mas não posso falar sobre porque tem mulheres lendo.

Foi a melhor noite de todas (http://itwasthebestnightever.com/)

Ainda no blog do Barney há um post sobre a pior noite de todas, que é quando ele namora com Robin Scherbatsky (Cobie Smulders) e os dois passam uma noite com Lily Aldrin (Alyson Hannigan) e Marshall Eriksen (Jason Segel), que são péssimos em receber casais em casa por se empolgarem demais. Dessa vez eles se empolgam tanto que decidem criar um website sobre a noite maravilhosa que tiveram. Originalmente o site tinha apenas um vídeo com uma fotomontagem da tal noite e uma música de fundo cantada por Marshall. Atualmente, existe um videoclipe da mesma música, com a participação do guitarrista português Nuno Bettencourt.

Myspace da Robin Sparkles (myspace)

Um dia todos querem ir à um shopping, menos Robin que revela ter trauma de shoppings, deixando todos, principalmente Barney curiosos sobre o motivo. Barney acha que ela fez um filme pornô e aposta isso com Marshall. Por fim, descobre-se que Robin foi uma ídola teen no Canadá quando era adolescente e sua música mais famosa era “Let’s Go To The Mall” (Vamos ao shopping). No Myspace da Robin Sparkles (nome artístico de Robin) tem os dois clipes que aparecem na série.

Contagem regressiva para o tapa (http://slapcountdown.org/)

A aposta entre Marshall e Barney acima não vale dinheiro e sim um tapa na cara. Quando assistem a primeira parte de Let’s Go To The Mall, Barney acredita ser realmente um pornô, se adianta e esbofeteia Marshall. Como era apenas um clipe, Lily, a juíza da aposta, dá à Marshall o direito de esbofetear Barney 5 vezes, durante a vida toda, na hora que quisesse. Em uma dessas oportunidades, Marshall cria um site com uma contagem regressiva que terminaria no dia de ação de graças daquele ano. Ao fim da contagem, Marshall esbofetearia Barney. O site original, slapcountdown.com atualmente não existe, mas pode ser visto zerado aqui.

Dia do não-pai (http://notafathersday.com/)

A paternidade amedronta todos os homens, mas não tanto quanto amedronta Barney. Então, quando um de seus casos acha que espera um filho, faz o teste e dá negativo, Barney decide criar um dia para os afortunados que não são pais.

http://notafathersday.com/images/himym_card4.jpg

Puzzles, O Bar (http://puzzlesthebar.com/)

Um bar chamado “quebra-cabeça”. Por que? Esse é o quebra-cabeça. Neste bar nunca tem última rodada, ele só fecha quando a última pessoa sair.

Hey, Babás (http://heynannynanny.com/)
 Não contarei a história por trás desse site porque o episódio que a envolve é muito recente (Episódio 3, 8ª temporada), porém dá para imaginar, né.
Outros sites notáveis da série

Sites de Lorenzo VonMatterhorn: é o nome que Barney adota para suas façanhas do Playbook, livro com diversas maneiras exóticas para se enganar uma mulher e leva-la para cama. Existe o site do balonista, o do cara que sofre com seu pênis gigante e o do bilionário.

Stinson Breast Reduction: Barney colocou comerciais seus como cirurgião plástico especialista em reduzir seios, para conhecer mulheres peitudas.

Linson Breast Lawsuit: prevendo que seria processado por algumas mulheres, Barney resolveu aproveitar e criar um advogado especialista em processos contra falsos médicos de seios.

Mysterious Dr. X: Nos tempos de faculdade, entre um “sanduíche” e outro, Ted apresentava secretamente um programa de rádio dizendo ser o misterioso Dr. X. Mas todos sabiam que era ele.

Canadian Sex Acts: o Kama Sutra canadense.

The Wedding Bride: um filme baseado na história de quando Ted é abandonado no altar, escrito pelo ex e atual marido de Stella, a mulher que o abandonou. Na história, Ted é o vilão.

Swarley: Uma garçonete meio maluca e interessada em Marshall chama Barney de Swarley e como ele não gosta o apelido pega rápido.

Grade my Teacher: uma rede social para avaliar o desempenho de professores, onde Ted recebe mais de 50 boas avaliações, mas fica encucado com a única ruim, que diz que ele é chato. Poderia existir na realidade.

[Bônus] Barney e Ted em Family Guy

Recent Posts

Arquivos

Categorias