Isso é racismo? O filme proibido da Disney.

Em 1942, a Walt Disney produziu o filme A Canção do Sul (Song of the South), baseado nas obras de Joel Chandler Harris sobre ‘Brer Rabbit’, personagem tradicional da cultura afro-americana.

No filme da Disney, porém,  Tio Remus (que aparece nesse vídeo) é retratado com o esteriótipo típico do negro pós-Guerra da Secessão, a famosa Guerra Civil Americana entre o norte industrializado e o sul escravocrata. O ator James Baskett, que interpretou Tio Remus e deu voz a antagonista Br’er Fox no filme não pode participar do lançamento do filme, devido as leis segregatícias do estado da Georgia (até hoje um dos mais racistas dos EUA).

Devido a essa controvérsia, o filme foi lançado apenas para VHS e até hoje sofre diversos cortes quando relançado em coletâneas.

 

Looney Tunes – Golden Collection Volume Four

Diferente da Disney, a Warner Bros. relançou alguns de seus clássicos em forma de coletânea e fez questão de não censura-los. O aviso presente nos DVDs explica:

Os desenhos que você está prestes a ver são os produtos de seu tempo. Eles podem apresentar alguns dos preconceitos étnicos e raciais que eram comuns em sociedade americana. Estas representações estavam erradas na época e ainda são erradas hoje. Apensar de os desenhos a seguir não representarem a opinião da Warner Bros sobre a sociedade de hoje, eles estão sendo apresentados como foram originalmente criados, porque fazer o contrário seria o mesmo que afirmar que esses preconceitos nunca existiram.

 

Talvez fosse conveniente a Disney fazer o mesmo, mas duvido que veremos Der Fuehrer’s Face ser relançado

Recent Posts

Arquivos

Categorias