Top 10 Papas que entregaram o cargo

10 – Gregório XII

Papa Gregório XIIGregório XII esteve no cargo entre 1406 e 1415. Naquele tempo era diferente, e Gregório XII tinha dois antipapas, ou seja, pessoas que se consideravam mais líderes da igreja do que o Papa oficialmente eleito, Bento XIII e João XXIII. O estranho é que sua eleição foi condicionada à permanência de Bento XIII como antipapa. Por isso os dois abandonaram o cargo ao mesmo tempo. João XXIII, o antipapa restante, foi deposto e quem assumiu foi o Papa Martinho V, dois anos depois.

9 – São Celestino V

Papa Silvestre IIISão Celestino V foi o último a não ser eleito em um conclave. Seu papado foi de agosto a dezembro de 1294. Como um monge beneditino, desde a idade de 17, ele vivia como um eremita e era famoso por sua espiritualidade. Como os cardeais não conseguiram decidir quem era o homem certo para reinar depois que o antecessor de Celestino morreu, eles concordaram em eleger alguém que era um sacerdote simples, conhecido por causa de sua santidade. Relutantemente, ele concordou e convocou os cardeais (ao invés de ir até eles em Roma). Quando se reuniram, Celestino V sentou em um jumento com seu vestido humilde e foi levado a Roma. Dois monarcas tomaram as rédeas de seu jumento.

Por fim, Celestino V se demitiu porque sentiu que não era adequado para o cargo. Ele voltou a suas origens humildes e morreu em 1295. Ele foi canonizado em 1313 e seus restos mortais são venerados até hoje.

 

8 – Silvestre III

Papa Silvestre IIITeve o menor reinado de todos os na lista. Ele foi consagrado em 1045 e seu pontificado durou apenas 22 dias antes que ele foi deposto e substituído por seu predecessor Bento IX (este Bento específico foi Papa 3 vezes). Foi eleito após o Papa Bento IX ser expulso de Roma, sob acusações de adultério e assassinato. Silvestre foi excomungado pelo Papa Bento enquanto ele era o papa e quando este voltou à Roma depôs Silvestre. Silvestre III morreu no exílio anos mais tarde.

7 – Clemente II

Papa Clemente IIClemente II foi atuou entre 1046 e 1047. Seu pontificado foi curto, mas ele conseguiu reformar o Vaticano (proibindo a simonia, que é a venda de bênçãos, cargos eclesiásticos, enfim, o que a igreja do Silas Malafaia e afins mais fazem hoje em dia) e canonizou pelo menos um santo (Santa Viborata). Em uma viagem, ele adoeceu e morreu. Os rumores abundavam que ele tinha sido envenenado. Em meados do século 20, um exame toxicológico foi realizada em seus restos mortais e descobriu-se que ele morreu devido a envenenamento por chumbo, não se sabe se foi homicídio ou um acidente.

6 – Gregório VI

Papa Gregório VIGregório VI foi o ficou no cargo de maio a dezembro 1046. Na época de sua eleição, o Papa Bento IX queria desistir do papado para se casar. Bento vendeu o papado à seu padrinho, Gregory VI. Comprar o papado nunca é uma boa ideia e o reinado Gregório VI não foi feliz. Ele foi forçado a abdicar e morreu no exílio em 1048.

5 – São Martinho I

Papa São Martinho ISão Martinho I foi o último a morrer como mártir. Ele foi o Papa entre 649 e 653. Sua eleição não foi aprovada pelo imperador bizantino, que sequestrou São Martinho, levou-o para Constantinopla, o depôs, condenou-o e exilou-o (que bruto). Apesar de seu  curto papado, Martinho I convocou um conselho que condenou certos atos que tinham o apoio do Imperador Constâncio II, e por isso foi preso e exilado. Morreu dois anos depois de seu exílio, no sul da Ucrânia, de maus-tratos e negligência.

4 – Bento IX

Papa Bento IXBento IX foi um dos papas mais jovens e o único que vendeu o papado (como você leu acima). Ele também é o único papa ter reinado três vezes distintas. Seu primeiro mandato como Papa foi de 1032 a 1045 quando foi deposto pelo papa Silvestre III. Menos de um mês depois ele vendeu o papado de seu padrinho Gregório VI. Em 1047, ele instalou-se como papa para seu terceiro mandato, mas menos de um ano depois ele foi forçado a retirar-se para um mosteiro, onde se arrependeu de seus pecados, renunciou oficialmente como papa e passou o resto de sua vida fazendo penitência. Seu papado é um dos eventos mais vergonhosos da história da Igreja.

3 – São Silvério

Papa São SilvérioSão Silvério foi o primeiro Papa a ser deposto à força. Ele “papou” de 536 a 537. Em março de 537, a imperatriz bizantina Theodora capturou-o e exilou-o de Roma para a ilha de Palmaria onde permaneceu preso até a sua morte de fome em 11 de novembro, 537. Ele foi declarado santo por aclamação popular (em oposição a canonização) e agora é o santo padroeiro de Ponza, na Itália.

2 – São Ponciano

Papa São PoncianoSão Ponciano foi o 18º Papa e reinou 230-235. Ele é mais conhecido como o primeiro Papa a abdicar. Ele abdicou porque o Imperador romano (Maximino Thrax) reverteu a política romana na tolerância aos cristãos e mandou prende-lo. A única opção de Ponciano era a abdicar para que outro Papa pudesse assumir. Foi martirizado pouco depois de sua abdicação.

1 – Bento XVI

Papa Bento XVIO mais velho dessa lista, Bento XVI é o primeiro a entregar o cargo em 600 anos. Seu papado começou em 2005, após a morte de um dos Papas mais populares da história, João Paulo II. Enfrentou diversos escândalos de abuso infantil dentro da igreja e, mais recentemente, o vazamento de documentos confidenciais do Vaticano.

Bento XVI é o penúltimo Papa da profecia dos Papas. O próximo, segundo a profecia, é conhecido como Pedro e será o último. Com toda essa tensão e o problema gerada com a existência de um ex-Papa, não é de se duvidar.

 

Fonte: Listverse

Recent Posts

Arquivos

Categorias