Top 10 super heróis negros

Existe algumas teorias de que a falta de personagens negros prejudica a formação de caráter das crianças afrodescendentes. Não sou psicólogo, mas acho isso uma grande balela. Falta de comida na mesa e condições dignas para estudar é que são prejudiciais para qualquer criança.

Porém, acho um grande prejuízo a falta de diversificação ou a inclusão forçada de protagonistas não-caucasianos na cultura pop. Por isso separei alguns heróis negros que nadaram contra a maré e puderam agregar ao universo alternativo que é o mundo dos comics, quadrinhos e mangás.

Super Choque

Static foi criado em 1993, pela pequena produtora Milestone, afiliada a DC Comics. Essa produtora costumava criar quadrinhos cheios de discussões sociais sobre as minorias e em Super Choque não foi diferente.

Em 2001, Static virou Static Shock (Super Choque no Brasil) em uma série animada para a TV. Eu assistia e até gostava do desenho, apesar de não ter um roteiro tão bem elaborado.

Super Choque, assim como a maioria de seus inimigos, ganhou seus poderes em um acidente nuclear.

Lanterna Verde (John Stewart)

Por sorte não sou um fã de quadrinhos, então tenho sempre uma boa imagem do Lanterna Verde. Algum especialista pode me desmentir, mas até onde eu sei Lanterna Verde é o nome que se dá à um membro da Tropa dos Lanterna Verde, que são patrulheiros intergalácticos.

Ainda nos meus conhecimentos vagos, John Stewart é o ex-Marine que atualmente é o Lanterna Verde da jurisdição da Terra. Assim como seu veterano, foi um dos membros fundadores da atual versão da Liga da Justiça.

Uma curiosidade: existem diversos Johns Stewarts notáveis, entre eles Jon Stewart um dos Jô Soares mais famosos dos Estados Unidos na atualidade.

Raio Negro

 

Aqui temos  um problema que apenas transliterações (traduções já adaptadas) poderiam causar. Acontece que na gringa tínhamos 2 heróis diferentes: Black Bolt (Marvel) e Black Lightning (DC Comics). Acontece que tanto Bolt quanto Lightning podem ser traduzidos como relâmpago. Resultado: os dois passara a se chamar RAIO Negro no Brasil.

Para piorar, entre a criação do Raio Negro da Marvel e o Raio Negro da DC, foi criado o Raio Negro brasileiro, que se vestia como o Ciclope do X-men e tinha os poderes do Lanterna Verde.

O Raio Negro negro era o Black Lightning, que tinha poderes semelhantes ao Super Choque.

Vulcão Negro

Vou te dizer, esse é um dos nomes mais estranhos que eu já vi. Parece pseudônimo de ator de homoafetivo de filmes adultos. Basicamente, esse herói foi criado porque a Hanna Barbera e a DC tinham tretas com o criador do Raio Negro (o negro) e queriam ter um herói afro-americano na versão animada de Liga da Justiça.

Para surpresa geral Vulcão negro, adivinhem, controlava eletricidade. Parece que todos os negões eram eletricistas (ou vice-versa) nas décadas de 60 e 70.

Luke Cage

Senta que lá vem o clássico. Luka Cage começa sua saga sendo preso por um crime que não cometeu (começo perfeito para um filme do Samuel L. Jackson) e se voluntariou para uma experiência cientifica na prisão, mas foi vítima de uma sabotagem e algo terrível aconteceu: Luke ganhou superforça e pele invulnerável (mas que porcaria de sabotagem, hein?).

Quando saiu da cadeia, Luke passou a usar sua superforça para fazer biscates, por isso era conhecido como “Luke Cage – O Herói de Aluguel”.

Complicado isso, né? Clark Kent e Peter Parker trabalham em jornais e são profissionais respeitados). Bruce Wayne é bilionário. Luke Cage faz biscates e teve passagem pela polícia…

Aço

A história de Aço já é praticamente oposta a de Luke Cage. Ph.D com um talento nato para o desenvolvimento de armas, Aço trabalhava para uma indústria bélica, quando percebeu que suas invenções serviam ao mal e largou tudo. Para fugir dos poderosos ex-chefes, mudou de identidade e se mudou para Metropolis, onde Superman salvou sua vida.

Aço teve uma epifania e criou sua armadura e passou a combater o crime em Metropolis (que deve ser a cidade mais violenta do universo…). Mais tarde passou a ser mais ou menos um ajudante de luxo só Superman, trabalhando, inclusive, na reconstrução da Solidão.

Pantera negra

Outro clássico dos personagens negros. Pantera negra era um príncipe em seu país na África equatorial, mas seu trono fora usurpado por exploradores de Vibranium, metal muito valioso no universo Marvel, assim como o Adamantium.

Interessante é que, no mesmo ano da criação do Pantera Negra, foi criado nos EUA o partido negro revolucionário com o mesmo nome. Foi nesse partido que surgiu o movimento black power.

 

 

Spawn

Esse negão meio que saiu do caminho por uns tempos. Herói americano por salvar o presidente, foi morto em um atentado arquitetado pelo seu próprio superior. Foi parar no inferno e decidiu abraçar o capeta, se tornando um soldado dos demônios. Tenso.

Mas se rebelou contra o demônio (que não sabe escolher bem seus cavaleiros, vide Motoqueiro Fantasma) e passou a combate-los.

 

 

Afro Samurai

Esse merece um destaque, porque além de ser um dos poucos mangás (ou talvez o único) cujo personagem principal é negro, o roteiro introduz uma dinâmica muito interessante para um futuro pós apocalíptico.

A liderança do mundo nesse futuro é decidido na base da porrada e segue um sistema simples e hierárquico de enfrentamento. Cada mestre possui uma bandana, e cada bandana tem um número. Afro Samurai tem a bandana Numero Dois, por isso apenas ele pode desafiar o detentor da bandana Número Um. O Número Um conseguiu sua bandana matando o pai de Afro Samurai e ainda conseguiu as outras três bandanas onde a hierarquia é respeitada.

Ou seja, no sistema, todos podem desafiar o detentor da bandeira de menor número, geralmente a Sete. Mas, como o Número Um só pode ser desafiado pelo Número Dois e este possuía todas as outras bandanas, o Número Dois passou a ser o menor número. Assim, Afro Samurai podia ser desafiado por todos os samurarais e apenas ele poderia desafiar o Numero Um.

Para tornar esse mangá mais interessante ainda, existe um anime de 5 episódios, produzido e dublado por ninguém menos que Samuel L. Jackson. É mole?

 

Falcão

Primeiro super-herói negro da Marvel, Falcão costuma formar dupla com o Capitão América, apesar de ter sido “criado” pelo Caveira Vermelha. Deixou de ser parceiro do capitão para ser o líder dos Vingadores.

Recent Posts

Arquivos

Categorias